da Bahia para o Mundo
  • pt-br
  • en

O melhor ano da nossa história

Temos a Segurança como prioridade na Veracel. Ano após ano, esse valor é compartilhado e reforçado, como parte da nossa cultura de cuidar de nós mesmo e dos que nos rodeiam. O resultado deste trabalho aprimorado cuidadosamente ao longo de 26 anos é evidenciado pelos números.

 

 

Em 2017 registramos a maior redução na taxa
de acidentes com perda de tempo (CPT) da história 0,36,
superando o recorde alcançado no ano anterior de 0,37.
[GRI 403-1, 403-2, 403-4]

No ano em que completamos ¼ de século, avançamos em direção à nossa maior meta em segurança: o zero acidente. Temos aprimorado nossas ferramentas e práticas para garantir a saúde e a segurança dos colaboradores. O resultado não poderia ser outro: em 2016 celebramos a maior redução na taxa de acidentes com perda de tempo (CPT) da história, 0,37, 66% menor do que no ano anterior.  [GRI 403: Saúde e segurança ocupacional]

Clique aqui e veja as tabelas dos indicadores relacionados à saúde e segurança ocupacional (GRI 403-1, 403-2, 403-4).

 

Ficamos novamente bem abaixo do limite crítico estabelecido e nivelado aos melhores índices de segurança a nível mundial, pelo segundo ano consecutivo. Este resultado demonstra que segurança é um valor a ser compartilhado e respeitado por todos.”

Ari da Silva Medeiros, diretor de Operações da Veracel

 

 

O caminho do sucesso

Buscar um ambiente livre de acidentes e com plena segurança às equipes é o desafio da maioria das empresas. Há 26 anos essa é nossa meta, nosso alvo, nosso maior direcionador.  Por isso, ao longo dos anos trabalhamos para aprimorar a gestão estratégica de Segurança, a principal diretriz que orienta todas as nossas ações.

 

 

Ser referência mundial em Segurança é algo que exige gestão rigorosa e forte comprometimento de toda a empresa. Nossos processos e ferramentas são bem estruturados e, ano após ano, diretoria, gestores, colaboradores e parceiros se dedicam a aprimorá-los ainda mais, do planejamento à gestão de consequências, para mantermos sempre o alto patamar conquistado neste aspecto que consideramos primordial. É assim, aprimorando a gestão das ferramentas existentes e focados na melhoria contínua, que chegamos ao melhor índice de Segurança da nossa história.
Seguindo essa estratégia, o Programa de Segurança comportamental aprimorou as iniciativas desenvolvidas ao longo dos últimos anos, aplicando as ferramentas de gestão de forma assertiva para obter o máximo de desempenho:

 

• Reuniões de Comitês de Segurança nas áreas operacionais e Workshop de Segurança com a participação de gestores de empresas parceiras e a área de Segurança do Trabalho da Veracel.

• Programa de auditoria nas empresas parceiras por consultoria externa, totalizando quatro auditorias de campo e duas documentais.

• Promoção de campanhas de segurança.

• Uso intensivo de ferramentas de segurança do trabalho por parte de todos os colaboradores,como Registro de Quase Acidentes (RQA), Ação Preventiva de Segurança (APS) e Observações de Segurança.

• Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) integrada com diversas ações.

 

A Sipat foi realizada entre os dias
7 a 11 de agosto, com o tema Segurança é Atitude!


Paródia sobre segurança no trabalho apresentada durante a SIPAT 2017

 

Além das ações que já vêm sendo aprimoradas regularmente ao longo dos últimos anos, duas novas ferramentas de gestão implantadas em 2016 tiveram continuidade em 2017, consolidando-se nas iniciativas de gestão:

• Inspeção Gerencial: duas vezes ao mês, uma equipe multidisciplinar vai a campo observar o trabalho dos colaboradores e identificar possíveis pontos de melhoria na segurança das operações. As visitas também servem como um reforço das mensagens de conscientização constantemente transmitidas por eles. Em 2017, as visitas ficaram concentradas nas áreas de Silvicultura e Colheita.

• Matriz de responsabilidade dos técnicos de Segurança de trabalho: ao fim de cada mês, os técnicos de Segurança das empresas parceiras preenchem um relatório-padrão discriminando as ações desenvolvidas com suas equipes. Esse material é avaliado pelos profissionais de Segurança da Veracel, que pontuam cada relatório a partir de uma matriz preestabelecida no início do ano, gerando um ranking dos melhores desempenhos. O anúncio é feito em reuniões realizadas uma vez por mês, para reconhecer e celebrar aqueles que alcançam as pontuações mais altas.

 

Inspeção Gerencial

Duas vezes ao mês, uma equipe multidisciplinar vai a campo observar o trabalho dos colaboradores e identificar possíveis pontos de melhoria na segurança das operações. As visitas também servem como um reforço das mensagens de conscientização constantemente transmitidas por eles. Em 2017, as visitas ficaram concentradas nas áreas de Silvicultura e Colheita.

 

Matriz de responsabilidade dos técnicos de Segurança de trabalho

Matriz de responsabilidade dos técnicos de Segurança de trabalho: ao fim de cada mês, os técnicos de Segurança das empresas parceiras preenchem um relatório-padrão discriminando as ações desenvolvidas com suas equipes. Esse material é avaliado pelos profissionais de Segurança da Veracel, que pontuam cada relatório a partir de uma matriz preestabelecida no início do ano, gerando um ranking dos melhores desempenhos. O anúncio é feito em reuniões realizadas uma vez por mês, para reconhecer e celebrar aqueles que alcançam as pontuações mais altas.

 

Em 2017, participaram
24 técnicos de
17 empresas parceiras.

A palavra de ordem é motivação

Para manter o tema Saúde e Segurança  continuamente em pauta, focando na evolução da qualidade dos resultados alcançados, é preciso investir em ações de sensibilização, treinamento e reconhecimento. E o programa Viva + é uma das ferramentas para isso. A iniciativa avalia o desempenho em Segurança das áreas da Veracel e de empresas parceiras, e premia aquelas que acumulam maior pontuação ao longo do ano, considerando aspectos pré determinados, como número de acidentes, desenvolvimento de atividades na SIPAT, participação em DDS e ginástica laboral.

 

 

Buscamos fortalecer o sentimento de equipe e de confiança. Foi um momento em que nos conhecemos mais e nos aproximamos, e isso é importante para o trabalho em parceria.”

Nínive Maia, engenheira de Segurança do Trabalho da Veracel

Ginástica no trabalho? Deve!

Ainda como parte da busca contínua pela saúde e bem-estar dos colaboradores, em 2017 demos continuidade ao Programa de Ergonomia. A iniciativa busca promover um ambiente de trabalho mais confortável, planejado para evitar possíveis lesões decorrentes das atividades específicas desenvolvidas por cada colaborador. Além disso, a prática da ginástica laboral em grupo contribui para reduzir possíveis desconfortos, aliviar o estresse e melhorar a postura e a consciência corporal.

VOLTAR AO TOPO

Qual a sua opinião sobre o relatório?(Clique e responda à pesquisa)