da Bahia para o Mundo
  • pt-br
  • en

O útil e o agradável em um só lugar

Inserida no Corredor Central da Mata Atlântica, a Estação Veracel agrega ainda mais importância à preservação ambiental do território com novas atividades e parcerias que integram educação ambiental e turismo.

A RPPN representa uma importante frente de atuação da Veracel na conservação da biodiversidade, proteção dos recursos hídricos, pesquisa, educação e recreação ambiental e outras ações de relacionamento com as comunidades. Em 2017, demos um importante passo nas ações de conservação com a implantação do projeto de observação de aves dentro das atividades do Programa de Visitação, um dos programas do Plano de Manejo da Reserva, inserindo a Estação Veracel em uma plataforma de turismo sustentável. Veja mais sobre esta e outras ações de desenvolvimento do território ao longo deste capítulo.

 

 

Olha o passarinho!

A RPPN Estação Veracel incrementou sua estratégia de atuação na promoção do desenvolvimento territorial ao integrar o Projeto de Observação de Aves da Costa do Descobrimento, desenvolvido a partir de um arranjo institucional entre a Conservação Internacional (CI-Brasil), a RPPN Estação Veracel e outras três unidades de conservação – RPPN Rio do Brasil, o Parque Nacional do Pau Brasil e o Refúgio da Vida Silvestre Rio dos Frades.

Os objetivos desta parceria são: consolidar as quatro unidades de conservação como demonstrações da viabilidade e relevância do segmento de observação de aves no Brasil; engajar e oferecer oportunidades de treinamento e atividades educativas para as comunidades do entorno dessas unidades de conservação, realçando o potencial do segmento de observação de aves para a geração de trabalho e renda e para a educação ambiental de moradores e visitantes; além de elaborar uma estratégia para a promoção do segmento de observação de aves na região, influenciando outras unidades de conservação, o trade turístico regional, gestores públicos e potenciais investidores. Em 2017, 185 pessoas participaram de atividades de educação ambiental relacionada às aves (por meio do Programa de Educação Ambiental das Aves – PEAVES) e 326 observadores de aves visitaram a Estação Veracel para esta finalidade.

Veja as espécies avistadas na RPPN Estação Veracel na lista de Aves da Costa do Descobrimento, disponível na Central de downloads.

 

 

Apelo educacional

A Estação Veracel recebeu 326 observadores de aves ao longo de 2017. Aliando práticas de educação ambiental com a observação de aves, foi criada a exposição de educação ambiental com o tema “Olha o passarinho!”, uma vivência com a natureza por meio de réplicas de aves, em tamanhos e cores semelhantes aos reais, distribuídas na parte interna do centro de visitantes e no jardim da Estação Veracel. Para ajudar na identificação, foi criado um guia impresso, com estrutura semelhante a uma rede social online, no qual o visitante pode “curtir” ou “compartilhar” os pássaros avistados com outros visitantes. Mais de 1.200 pessoas participaram dessa vivência em 2017.

Saiba mais aqui sobre o Projeto de Observação de Aves da Costa do Descobrimento.

 

 

Atraindo turistas para práticas sustentáveis, apresentamos as belezas surpreendentes da região e estabelecemos parcerias estratégicas para a conservação.”

Rodrigo Medeiros, vice-presidente da CI-Brasil, sobre o Projeto de Observação de Aves da Costa do Descobrimento.

 

Arte, educação ambiental e cidadania

O Programa de Educação Ambiental da Veracel (PEAV), em 2017, deixa de ser uma frente de atuação do programa Uso Público e passa a ser um programa do novo Plano de Manejo da Estação Veracel, com atividades com enfoque na arte e educação ambiental durante as visitas, educação ambiental itinerante, Ação e Cidadania ambiental, PEAVES e ações para colaboradores.

No ano de 2017, o Ação e Cidadania Ambiental iniciou uma nova estratégia para atendimento à Condicionante nº 2.14 da Licença de Operação nº237/2002 do IBAMA, a Formação Complementar em Ambientes Marinhos e Costeiras, com representantes de sete comunidades costeiras próximas ao Terminal Marítimo de Belmonte. Ela foi dividida em cinco módulos de oito horas cada, com uma carga horária total de quarenta horas. Os módulos foram: Caracterização Ambiental, Educação Ambiental, Gestão Ambiental, Conservação de Base Comunitária e Percepção Ambiental e Noções de Impacto.

 

 

Um ambiente de pesquisa e proteção de ecossistemas

Com o objetivo de estimular a geração de conhecimento sobre o bioma Mata Atlântica, o Programa de Pesquisa apoia pesquisas em parcerias com universidades, disponibilizando a Estação Veracel como um laboratório a céu aberto. Em 2017, tiveram inícios projetos de temas como a biodiversidade de abelhas indígenas, caracterização e composição florística de fragmento de floresta em estágio avançado de conservação, avaliação da qualidade de água de rios, além da continuidade de projetos com anfíbios e de monitoramentos de aves e mamíferos, além do monitoramento da harpia.

Com a revisão do Plano de Manejo da RPPN Estação Veracel, o Programa de Proteção Física passou a ser chamado de Programa de Proteção e Manejo de Ecossistemas, com os objetivos de conservar a biodiversidade, manter a dinâmica dos ecossistemas, proteger patrimônios histórico-cultural, imobiliário e os equipamentos da RPPN e garantir a segurança de visitantes e funcionários.

Expedição Tesouros do Brasil: os biólogos Caio Brito e Tatiana Pongiluppi inseriram a RPPN Estação Veracel em sua jornada de motocicleta em busca das aves mais ameaçadas do país. A parada foi incluída no roteiro pela biodiversidade e presença de espécies raras em ambiente peculiar da Mata Atlântica. Na semana em que estiveram na reserva, os biólogos realizaram atividades de educação ambiental com o público da região.

 

 

Em 2017, mais de 5 mil pessoas visitaram a RPPN Estação Veracel,
sendo 3.456 por meio do Peav,
434 pelo Programa de Pesquisa,
326 por meio do Programa de Observação de Aves
e mais de 900 visitaram a reserva em reuniões, cursos,
treinamentos e outras atividades.

VOLTAR AO TOPO

Qual a sua opinião sobre o relatório?(Clique e responda à pesquisa)